espuma-acoplada-1

A indústria automotiva é responsável por movimentar cifras bilionárias por todo o globo e uma das que mais investem na inovação e desenvolvimento de produtos na busca por conquistar espaços em um concorrido mercado.

Embora as soluções tecnológicas ocupem cada vez mais espaço nos veículos e nos dias atuais até mesmo carros autônomos estejam em fase final de desenvolvimento, quando o assunto é conforto alguns materiais tradicionais ocupam um espaço relevante.

Esse é o caso da espuma acoplada, que pode ser encontrada junto aos revestimentos, fornecendo capacidade de modelagem e conforto aos motoristas assim como resistência e durabilidade a esses componentes.

A espuma acoplada na indústria automotiva

As espumas em estado sólido podem ser encontradas na produção de diverso materiais, e desde o início de sua produção em escala industrial servindo muito bem na composição de mais diversos estofamentos, substituindo os materiais naturais utilizados anteriormente, como as palhas e penas.

No caso dos automóveis, talvez os primeiros bens de consumo de massa e cujas alterações nos métodos de produção influenciaram as linhas de produção de diversos segmentos, a necessidade de fornecer conforto e segurança aos condutores levou a adoção da espuma como uma das principais matérias primas no quesito conforto.

Sendo acoplada sem problemas aos diferentes tecidos, foi capaz de dar aos bancos o formato ergonômico que conhecemos hoje onde o encaixe das costas permite uma melhor condução por parte dos motoristas.

Além disso, o asfalto pelo qual circulamos é repleto de irregularidades, fazendo-se necessário a presença de materiais macios e com boa absorção de impacto para que os solavancos não sejam sentidos com tanta intensidade e previnam o aparecimento de problemas na coluna.

Vale lembrar também, que a espuma é um dos principais materiais utilizados na dublagem de tecidos, se adaptando perfeitamente as técnicas existentes desse tipo de produção, especialmente aquelas que se valem da utilização do calor.

Produzida de maneira sintética, o calor leva ao seu derretimento o que promove aderência da mesma aos tecidos, sendo que esse estado é mantido após o seu resfriamento, produzindo resultados de excelente qualidade nesse sentido.

Além dos bancos ainda pode ser utilizada junto ao revestimento de portas e quando acopladas a materiais como o couro sintético, por exemplo, fornece um resultado estético que contribui para conquistar clientes de diferentes nichos de mercado.

De maneira geral os carros costumam ser utilizados quase diariamente por seus proprietários, o que leva a exigência de materiais com boa durabilidade e resistência, caso da espuma que tem como uma de suas propriedades a retomada de sua forma mesmo quando amassada sobre a alta pressão.

Cada vez mais os automóveis contam com alta tecnologia, contudo, quando o assunto é conforto, materiais tradicionais ainda se mostram difíceis de serem substituídos e cumprem papel fundamental na fabricação de diferentes tipos de veículos, como é o caso da espuma.

Ficou com dúvidas ou tem alguma sugestão? Deixe um comentário!

Até a próxima!

Postado por: JB Revestimentos | www.jbrevestimentos.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.