courvin-automotivo-1

O alto custo do couro natural, fez com que indústria têxtil iniciasse a busca por produzir materiais sintéticos que imitassem as características físicas e estéticas do material natural.

A esse novo material foi denominado como courvin, mas que também pode ser encontrado sob os nomes de vinil e mesmo couro sintético. Sendo amplamente adotada para diversos usos atrelados a confecção, não apenas na indústria da moda, mas também no setor automotivo.

Se no passado o courvin automotivo era visto com desdém por grande parte dos consumidores, hoje os avanços em sua forma de produção permitiu alcançar outro patamar de qualidade, sendo cada vez mais requisitado e utilizado no revestimento de automóveis.

A qualidade sintética do courvin automotivo

A produção de fios e tecidos sintéticos promoveu um grande avanço na indústria têxtil permitindo alcançar resultados de alta qualidade e com menor custo de produção, quando comparado à utilização de elementos de origem natural, como o couro de animais, por exemplo.

O courvin é um ótimo exemplo desse avanço. Produzido a partir de materiais como o PVC , podendo conter poliéster, poliuretano e nylon. Estes materiais resultam em um couro muito próximo do material de origem natural, com a vantagem de exigir um investimento muito menor.

Sobre as qualidades do material podemos citar sua grande resistência, conforto, impermeabilidade e baixa adesão de odores, o que o torna ideal para a utilização em revestimentos de automóveis, alcançando um resultado superior quando comparados a outros tecidos.

Outro destaque se refere ao alcance estético do courvin automotivo, que cada vez mais se assemelha a sua versão natural, o que o tornou amplamente utilizado pelas próprias montadoras nas composições de seus modelos que são vendidos com revestimentos de couro.

Além disso, o material tem boa aderência à tintura que não altera a sua composição. Sendo possível encontrá-lo em diversas cores, dos clássicos preto e marrom até as mais chamativas como o azul e vermelho.

No entanto, assim como o couro, exige cuidados na higienização e lavagem, devendo evitar o uso de produtos de limpeza que podem danificar a cor, provocando manchas e até mesmo a estrutura do material dependendo do produto. Portando evite produtos abrasivos como: álcool, alvejantes, sabões concentrados, solventes, benzinas e amônias.

Sendo uma alternativa com excelente custo/benefício, o courvin tem conquistado cada vez mais os consumidores, que o buscam revestimentos de couro mesmo em modelos de automóveis que estão fora do segmento luxo, influindo no comportamento das montadoras que tem ampliado as possibilidades de revestimentos de couro para diversos modelos.

Continue nos acompanhando para saber mais!

Dúvidas ou sugestões? Envie um comentário!

Até a próxima!

Postado por: JB Revestimentos | www.jbrevestimentos.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.